Tendências de marketing digital que se tornaram realidade em 2021

Apr 09, 2021 By (BR) Paloma Costa About Ade

Esses três meses passaram voando, não é mesmo?

Damos boas-vindas a abril com tendências em marketing sendo vistas muito antes que o esperado. Essa aceleração acontece tanto pela pandemia quanto pelo próprio meio digital, que atua de forma retroativa, alimentando a si mesmo e exigindo inovações constantes, quase ininterruptas.

Por esse motivo, aquilo que estava nos primórdios no fim do ano passado tomou forma e deixou de ser apenas tendência.

 

Marcas mais humanas

2020 foi um ano difícil, com investimentos tímidos em quase todos os setores. Portanto, a chave para vender ou movimentar o negócio foi a personalização.

Com um mercado competitivo e um número maior de empresas abrindo às portas para o online, os consumidores estão exigindo um contato mais humano. Aos poucos, isso será visto de forma efetiva em empreendimentos que estão começando e iniciarão os trabalhos já alinhados.

 

Levando o e-commerce até as redes sociais

As redes sociais concentraram parte da interação humana nos últimos meses. Agora, passamos boa parte do tempo livre (e às vezes o que não está livre) consumindo tais mídias. As plataformas entenderam e investiram na criação de marketplaces, trazendo o produto diretamente ao consumidor.

Um exemplo foi o Instagram, que deu visibilidade ao Instagram Shopping e dedicou uma aba inteira para ele.

O segredo é utilizar os insights de seu comportamento online para mostrar exatamente o que gera interesse. Assim, chama a atenção de marcas que desejam entrar nesse meio. Fácil, rápido e certeiro!

 

WhatsApp não pode ser esquecido no rolê

Falar em investir no meio digital e não planejar uma estratégia de marketing forte para o WhatsApp é jogar fora uma oportunidade.

Algumas empresas compreenderam a importante ferramenta que têm em mãos e a utilizam para fidelizar clientes e promover vendas de forma orgânica. Aos poucos, o app deixou de ser bate-papo e se tornou uma alavanca para negócios. Como a GMAD, que desenvolveu a campanha promocional “Chama no Zap” que se tornou um case de sucesso aqui na Ade!

Inclusive, foi anunciado o lançamento do WhatsApp Business que promete facilitar a interação empresa–cliente. Bom para quem quer comprar, imperdível para quem quer vender!

 

Marketing viral

É comum que algumas trends tomem o público, mas, nesse ano, o volume de memes e outros virais foi muito alto. A razão é que passamos muito tempo em celulares e, consequentemente, esse é o conteúdo que mais consumimos. Tiktok e BBB21 se destacaram e fomentaram a indústria.

Marcas do mundo todo aproveitaram para atrair público de outros meios ou até criar seu próprio. De qualquer forma, a importância é indiscutível.

 

Novas formas de conteúdo

Vimos crescer o número de podcasts e a entrada das empresas no setor, promovendo conteúdos humanos, alimentando o mercado e vendendo seu peixe. Isso mostra como, recentemente, abrimos espaço para outras formas de produzir.

As lives e vídeos continuam e a interação constante com o público também.  E adivinha! Produzimos cases de sucesso nesse nicho também. A Deragro e a Coopagrícola,  driblaram a impossibilidade de eventos presenciais e investiram no digital, com o Dia de Campo, tradicional do setor agrícola, mas agora virtual.

Vale lembrar que essa evolução no cenário do marketing digital ocorreu no mundo inteiro. Algumas empresas tiveram que mudar para o digital e inovar, desenvolvendo soluções para necessidades que não existiam antes. Sem os desfiles nas semanas de moda, grifes como Dior e Chanel investiram em fashion films online.

Destacamos também o crescimento dos reels, que surgiu como alternativa do Instagram ao Tiktok. O formato se estruturou em pouco tempo, tendo seus próprios virais e fazendo reforço às campanhas publicitárias.

 

Produzindo conteúdos alinhados

Apenas produzir conteúdo não basta em 2021, é necessária uma produção assertiva, com qualidade e alinhada aos valores vendidos. Por esse motivo, houve o crescimento do slow content, uma produção lenta e bem produzida, opção para empresas que não podem gastar tempo e dinheiro em excesso, mas têm estratégias de ações claras.

Com isso, o crescimento dos nanoinfluenciadores foi intenso, confiando em usuários comuns, com menos seguidores, mas alta influência. Isso ajudou negócios específicos a crescerem mesmo diante da crise.

 

2021 está provando ser um ano de mudanças no meio digital e no comportamento de quem consome através da internet. Portanto, tendências já citadas em dezembro de 2020 devem receber total atenção de quem empreende ou pretende empreender nos próximos meses.

 

Quer dar início a uma estratégia de marketing nova ou entrar no mercado digital da forma certa?

Vem cá tomar um café 🙂 Somos especialistas em implementações no mercado digital e desenvolvedores de tendências e estratégias de marketing e publicidade que dão resultado.

(BR) Paloma Costa