O Poder do Hábito em vender marcas de sucesso!

Jul 07, 2020 By Thaiane About Branding

(BR) Quando o assunto é Fast Food, se fecharmos os olhos e pensarmos a respeito, provavelmente pensaremos em duas ou três marcas. Certo? 

Você já parou para pensar por qual motivo isso acontece? É sobre isso que falaremos hoje!

Você sabia que 40% das nossas decisões são tomadas a partir de hábitos que temos inconscientemente? Isso significa que quase metade daquilo que decidimos é automaticamente determinado pelo nosso cérebro. O que acontece justamente para que nossa força e energia sejam poupadas durante o processo de escolhas, o que garante  nossa sobrevivência. 

Mas o que são os “hábitos”? Como eles são formados?


Segundo o dicionário da língua portuguesa, um hábito nada mais é do que:

 

  1. Maneira usual de ser, fazer, sentir; costume, regra, modo.
    “h. burgueses”
  2. Maneira permanente ou frequente de comportar-se; mania.
    “abandonar velhos h.”

 

E é isso mesmo! Hábito é tudo aquilo que você faz de forma frequente, repetitiva, quase que de maneira inconsciente.  

 

No livro “O Poder do Hábito”, Charles Duhigg nos traz uma boa explicação sobre como os hábitos são formados. De acordo com o autor, existem três pilares para a criação de um hábito. São eles: deixa, rotina e recompensa. 

 

A deixa é o começo de tudo. É ela que envia ao cérebro o estímulo de que determinada ação pode se tornar uma rotina. Já a rotina é a ação realizada a partir da deixa. Por fim, temos a recompensa, que é a sensação que ajuda o cérebro a memorizar (ou não) determinada ação.

 

Ficou confuso? Vamos exemplificar! 

 

Para Joana sempre foi difícil praticar exercícios físicos pela manhã. Por muito tempo ela acreditou que não haveria nada que pudesse fazer com que se levantasse da cama antes das 8h da manhã para uma caminhada. No entanto, Joana encontrou a deixa perfeita para mudar essa situação: deixar ao lado da cama seu tênis de corrida. 

 

Assim, sempre que o celular despertava, ela olhava para o lado e o seu tênis estava lá, funcionando como um gatilho para que se levantasse e praticasse seu exercício físico. ou seja, a rotina de Joana se deu pelo ato de correr, e a recompensa foi a sensação de dever cumprido (e de ver uns quilos a menos na balança). 

 

Deu pra entender melhor agora?

 

O uso do Hábito na publicidade

 

Ainda no livro, Charles Duhigg apresenta um case de sucesso do poder do hábito aplicado à publicidade.

 

Em 1900, Claude. C. Hopkins, famoso executivo americano, ajudou no lançamento da pasta de dente “Pepsodent”, nos EUA. O que era um grande desafio na época, tendo em vista que os americanos não eram tão acostumados assim a cuidar da saúde bucal. 

 

Foi então que Hopkins encontrou a deixa certa para alimentar o hábito de escovar os dentes e vender a pasta “Pepsodent”. Ao estudar sobre saúde dentária, ele substituiu na campanha publicitária o termo “placas de mucina” (que são encontrados nos dentes) por “a película”. Assim, vendeu a seguinte ideia: se ao passar a língua nos dentes a pessoa sentisse “a película”, então ela precisava usar Pepsodent para removê la. 

 

O ponto mais louco de tudo isso é que a pasta não possuía nenhum componente que pudesse remover a película. Na verdade ela poderia facilmente ser removida quando a pessoa comia uma maçã ou fazia um bochecho. Mas toda vez que as pessoas passavam a língua nos dentes e a sentiam, logo lembravam da Pepsodent e compravam a pasta. 

 

Com isso, além de mudar um hábito de higiene dos americanos, Hopkins conseguiu vender a marca Pepsodent pelo mundo todo! 

 

Transforme a compra da sua marca em um hábito

 

Você achou incrível o que Hopkins conseguiu fazer usando o hábito para vender a marca Pepsodent, mas acha difícil conseguir o mesmo resultado para marca da sua empresa? E se te dissermos que nos dias de hoje é bem mais fácil conseguir resultados semelhantes? 

 

Com a internet e as redes sociais, fazer sua marca se tornar presente no dia a dia dos consumidores é fácil, simples e rápido. Tudo que você precisa é adotar o tom certo de comunicação, bem como fazer uso de recursos que estão em alta e se posicionar de maneira precisa.

 

Você atua no setor alimentício? Então use na comunicação da sua empresa uma deixa de comida saudável, sempre junto da marca. 

 

Dessa forma, sempre que um cliente der aquela “olhadinha” nas redes sociais e se deparar com a sua marca, sua empresa ficará marcada na lembrança dele como uma boa opção de comida saudável. Assim, toda vez que pensar em pedir um delivery desse tipo de comida, ele lembrará do seu restaurante. Ou seja, um hábito foi criado.   

 

É do setor imobiliário? Pense: qual seria a deixa para que as pessoas buscassem sua empresa na hora de vender, comprar ou alugar um imóvel? 

 

Nós podemos pensar na melhor pra você!

 

Próximos passos

 

Como você pôde notar,  a leitura do livro O Poder do Hábito do autor Charles Duhigg, é mais do que uma recomendação. E, para complementar sua experiência, que tal dar uma olhadinha nesse outro texto do nosso blog onde falamos sobre gatilhos mentais, que também são uma excelente forma de atrair mais clientes?  

 

E como você vai precisar de uma marca boa de verdade para fazer seu público-alvo se lembrar dela, aproveite para saber mais sobre a construção de uma marca de sucesso.

 

Depois dessas leituras, que tal entrar em contato pra gente bater um papo sobre tudo isso e em como iremos aplicar todas essas estratégias em sua empresa? Vamos ficar esperando! 😉 

 

Thaiane